Arquivo | novembro, 2010

Tricotando…

30 nov

Aproveitando a onda do handmade (tendência fortíssima para esse nosso verão que não sabe se começa ou não começa), tenho andado “empolgadíssima” com meu novo “hobby” (como diz meu marido): tricotar e fazer crochê.

Pois é, eu confesso que nunca imaginei que fosse passar por isso, principalmente porque, erroneamente, sempre pensei que esse negócio de tricotar era coisa para quando eu fosse vovó. Mas, no auge dos meus 31 aninhos (praticamente uma menina) estou simplesmente amando esse novo hobby.

Há, e tenho também que dizer que nunca fui muito desse negócio de tricôt porque para mim isso era roupa de inverno, muito fechada, sufocante e, muitas vezes, “piniquenta” (quem nunca teve uma blusa de lã que pinica e coça loucamente?).

Hoje o look do dia é uma homenagem ao meu novo passa-tempo, e uma dica de como tricôs/crochês podem, sim, ser usados nos dias mais quentes e, ainda, são capazes de dar uma “graça” ao look.

Hoje me arrumei correndo e, como é comum nesses casos, vesti um look básico, fácil de acertar, calça preta com regata cinza.

O problema é que não sou nada fã do básico (quem me conhece sabe bem disso), então achei que faltava alguma coisa, foi então que lembrei do coletinho de crochê (minha primeira peça desde que encontrei essa minha nova paixão), e achei que ele poderia dar o charme que faltava ao look:

Look com colete de crochê (by me)

A criação é minha e a santa da professora de crochê (uma fofa, jovem e super modernosa) me ajudou a colocá-la em prática. Escolhi o ponto que eu queria (através de uma foto de uma blusa) e ela me ajudou a colocar em prática a idéia, tal qual eu havia pensado. Amei o resultado final.

Detalhe das costas do colete de crochê

Bom, esse post é só o primeiro de alguns que vou fazer sobre tricô/crochê. Tenho achado tanta coisa interessante sobre isso (acho que, porque estou nessa fase de tricotar, tudo o que vejo relacionado ao assunto me chama mais atenção) e quero muito dividir com vocês…

Aconchego by Chanel…

24 nov

Voltando a Orlando (ou melhor, ao assunto Orlando, pois, apesar do meu sumiço, continuo aqui no Brasil, só trabalhando muito mesmo) outro item que chamou a minha atenção nas vitrines do exterior foi a coleção de bolsas lançada pela Chanel em outubro:

Alguns modelos de bolsas "acolchoadas" Chanel

Será que isso reflete uma busca pelo carinho, por “aconchego”, nos dias atuais (pensando um pouco pelo lado psicológico, inconsciente…rs…que papo cabeça hein), mas o fato é que essas bolsas bem fofinhas, literalmente, com cara de conforto, estão mesmo em alta, ou vocês não se lembram que há poucos dias postei aqui no “Entre Rendas e Poás” as bolsas “fofinhas” do designer Rogério Lima?

O fato é que lá, nas vitrines da loja Chanel do Milenia (shopping chiqueté de Orlando), só dava ela.

Eu gostei, achei bem diferente e bem mais descontraída do que os modelitos clássicos da Chanel.

Gostei muito também da campanha:

Algumas peças da campanha de lançamento da bolsa da Chanel

Fala a verdade, quem já não sofreu de carregar na mão bolsa pesada, com aquelas alças fininhas que deixam a mão vermelha de tanto peso? Essa alça não é demais, é puro conforte hein!!!

Azul bebê a la Chanel…

11 nov

E olha a Chanel chamando a atenção novamente com seus esmaltes maravilhosos.!!!

O difícil é que os lançamentos são mais rápidos do que a minha agilidade para comprá-los.

Eu aqui, louca pra adquirir o verde militar maravilhoso (khaki vert), lançado pela marca em sua última coleção outono-inverno…

Coleção Khakis da Chanel

E lá vem novidade, uma cor completamente diferente e mais apaixonante.

Trata-se do Riva, azul bebê, apresentado no desfile primavera-verão 2011 da marca. O lançamento promete chegar às lojas da Chanel no dia 15/11.

Para quem vai aproveitar esse próximo feriado para viajar pra fora do Brasil, fica aí a dica…

Esmalte Riva da Chanel

Lembram do sucesso que fez o Jade na última coleção de verão da marca? Pois é…esse promete ser igual. Então acho bom corermos antes que também sumam das prateleiras.

Só pra constar…

10 nov

Apesar de pouco estar acompanhando “Passione” ultimamente (decidi trocar a novela pela ginástica diária, com 2 filhos esse é o único horário que consigo sair para correr), eu não poderia deixar de postar mais um figurino de arrasar.

Na realidade é mais um vestido de noiva, mas dessa vez de um casamento não realizado (tadinho do Mauro…ninguém merece ser largado na porta da igreja, ou melhor, do cartório).

Para quem não prestou atenção, posto aqui, em detalhes, o vestido maravilhoso que a Diana usaria em seu segundo casamento.

Segundo vestido de noiva da Diana (Passione)

Repararam em todos os detalhes?

Detalhes do decote, mangas e do fechamento nas costas

E no arranjo do cabelo?

Detalhes do cabelo

AMEI!!!

Um quê de sofá de vovó…

8 nov

Na semana passada alguns estilistas brasileiros levaram suas pré-coleções outono-inverno 2011 (assim é a moda, mal a temperatura começou a subir e já estamos falando do próximo inverno) para as passarelas mineiras no evento Minas Trend Preview.

Eu, como boa blogueira e fascinada por moda, fiquei do lado de cá do computador acompanhando tudinho (virtualmente enquanto ainda não tenho a oportunidade de estar presente nesses desfiles, de corpo e alma, ao vivo e a cores) para mostrar aqui no “Entre Rendas e Poás” o que aconteceu de mais interessante no evento.

O desfile que mais me chamou a atenção, pasmem, não foi de roupa não, mas sim de um acessório amado por muitas mulheres: as bolsas.

Olha só que desafio, fazer um desfile de bolsas, complexo, não é mesmo?

Para ele parece não ser tão complexo assim…seu nome é Rogério Lima.

Como eu também não o conhecia, sinto-me na obrigação de apresentá-lo:

Designer mineiro de bolsas (ai como eu adoro a moda mineira!!!), há alguns muitos anos ele já vinha desenvolvendo modelos para marcas consagradas (uma delas é a Cavalera, para quem criou uma coleção que teve, como matéria-prima, sacos de cimento), quando em 2009 resolveu dar um passo a frente e lançar sua própria marca. Ele trabalhou muitos anos com engenharia mecânica, e, talvez  por isso, está sempre inovando em relação ao material e forma como suas criações são produzidas.

Nesse Minas Trend ele surpreendeu trazendo às passarelas modelos elegantérrimas, vestidas com inspiração na moda européia, predominando as cores preto, branco, marrom e cinza e ousando na combinação de diferentes padrões de xadrez, sempre com muita classe.

Alguns momentos do desfile de Rogério Lima

Suas bolsas foram a “cereja do bolo” (meio brega falar assim, mas não achei outra expressão para descrever isso), abusando de padronagens, de formatos, e de texturas ousadas:

Modelitos em formatos ousados

Mas os meus modelos preferidos foram mesmo alguns feitos em uma espécie de matelassê com aplicação de botões. Na realidade me lembrou um pouco as poltronas da casa da minha avó, sem brincadeira, mas achei o máximo, diferente e elegante, ADOREI!!!

Modelos "poltrona"

E para finalizar os modelos em xadrez:

Modelos xadrez

Infelizmente, pelo que eu andei pesquisando, ele ainda não tem loja própria na capital de São Paulo, mas está presente em diversas regiões. Através de seu site é possível saber exatamente onde encontrar suas lojas.

Lanvin na H&M

7 nov
 

Lanvin for H&M

Esse modelito de arrasar é um dos tão aguardados da coleção desenvolvida pelo estilista Alber Elbaz (da luxuosa parisiense Lanvin) para a rede fast-fashion (um modo bonito de dizer “loja de departamento” que vende modelitos da última moda, uma espécie de Zara) H&M.

A coleção chega às lojas no dia 23/11, mas já tem rendido muitos comentários e expectativas, e há quem diga que haverá fashionistas de plantão dormindo na porta da loja na véspera do tão aguardado lançamento.

Infelizmente ainda não há H&M no Brasil (digo AINDA porque já ouvi “buchichos”de que em breve a marca abrirá suas portas por aqui), mas para quem está de viagem internacional marcada (a sueca conta com mais ou menos 2.000 lojas espalhadas por cerca de 35 países) aí fica uma boa dica pra adquirir um super modelito legal, de um estilista “bacanão”, por um preço justo.

Mix and Match

4 nov

Depois de conhecer o Mickey e comprar em ritmo de Becky Bloom, estou de volta, e vou começar a contar um pouco do que vi em terras americanas (juro que levei o meu notebook pensando em publicar, em tempo real, minhas descobertas na terra do Tio Sam, mas o ritmo foi tão intenso que mal consegui parar pra postar um alô).

Aos poucos vou contando sobre os mimos maravilhosos que vi por lá (tudo a preço de banana, é impressionante como pagamos preços absurdos aqui no Brasil).

Nos meus primeiros dias de visitas aos parques da Disney reparei que uma moda pegou mesmo os americanos, principalmente crianças e adolescentes, é a onda do “Mix and Match”.

Era comum ver, pelos parques, pessoas usando um pé de tênis de cada cor, isso mesmo, por exemplo, um pé com um All Star verde o outro com um vermelho. Agora entendo onde o filho do Fábio Júnior se inspirou:

Fiuk aderindo à moda do Mix and Match

Outra famosa que aderiu à moda foi Drew Barrymore, dá só uma olhada:

Drew Barrymore com um tênis de cada cor

De olho na tendência, em abril desse ano a Nike lançou seu modelo Chocolate Mint:

Chocolate Mint da Nike

É isso mesmo, é um par de sneakers que tem um pé de cada cor.

E o modelito parece ter feito sucesso, pois já está pelas ruas:

Chocolate Mint, da Nike, pelas ruas

E a brincadeira não fica só com os tênis, mas vale também usar uma meia ou uma luva diferente da outra:

Usando um pé de meia de cada cor

Passeando por Downtown Disney encontrei uma loja super interessante, tudo a ver com essa tendência e com toda a magia da Disney, chamada Little MissMatched.

Lá encontrei meias que, ao invés de serem vendidas em pares, como estamos acostumados, são vendidas em trio, cada pé de uma cor e em diferentes padronagens:

Meias Little MissMatched

E olhem só os chinelos e botas de galochas que encontrei por lá:

Pares de botas e chinelos Little MissMatched

Não é uma graça? O par de botas tem um pé com a padronagem (trançado colorido ou pied-de-poule) ampliada e outra com essa mesma padronagem em tamanho menor, e o de chinelos é cada pé de uma cor.

Pelo visto o assimétrico veio pra ficar e para ousar também….

E pensar que uma das precursoras dessa moda foi a “Punky, levada da breca”, lembram dela? É difícil assumir, mas essa é da minha época (rs)…

Punky com um tênis de cada cor