Arquivo | abril, 2014

Moro…em um país tropical…

29 abr

Lembra semana passada, que dei a dica do lenço para esses dias de temperatura incerta?

Aí vai mais uma: que tal um colete, daqueles bem quentinhos e fofinhos?

Saí de casa assim:

20140429-130947.jpg

20140429-131035.jpg

E voltei assim:

20140429-131112.jpg

20140429-131119.jpg

Coletinho em malha matelassê (que nada mais é do que esse trabalho de máquina, no tecido acolchoado, formando esses pequenos quadradinhos) me salvou do frio e, “de quebra”, ainda me deixou em dia com as tendências atuais (essa busca pelo conforto, pelo “Comfy & Cozy wear”, é uma das super tendências de moda e arquitetura para os próximos anos!).

Taí, mais uma estratégia para viver em um país tropical, em época de troca de estação, sem sofrer com o frio ou calor inesperado.

E aí? Valeu a dica?

Anúncios

A polêmica do jacquard…

28 abr

Sou loucamente apaixonada pelo tecido, por seus detalhes, e pela referência que ele traz dos “tempos da realeza”. É engraçado, mas esse “quê” meio barroco característico do tecido, lembra-me muito aqueles vestidos da aristocracia européia do século XVIII (sou mulherzinha e ainda me encanto com as roupas das princesas e rainhas do passado!).

Comemorei ao notar que a influência barroca voltava forte, nas últimas estações, em peças bordadas e no reaparecimento do jacquard! E, como não poderia deixar de ser, morri de paixões por uma certa calça flare:

20140428-105118.jpg

20140428-105127.jpg

Minha vontade era logo já comprar o conjunto calça+blazer, mas a minha parte conservadora (ela é bem mínima, mas existe), segurou-me!

E foi bem engraçado que ouvi de tudo: enquanto alguns amaram a tal peça (e ela, de fato, não passa despercebida, portanto serve para aquelas ocasiões que “ser discreto” não é mesmo a intenção), outros falaram que parecia o tapete de casa e coisas e tal (óbvio que esse extremo veio do marido “brincalhão).

E vocês? O que acham das peças de jacquard? São do time do “amam” ou “odeiam”? Usariam?

Repeteco…

25 abr

Estão “rolando” vários post no face sobre Lady Kate e seus repetecos de roupa.

Juro que não estou entendendo que papo é esse! Afinal, tem algo errado em repetir roupa?!

Acredito justamente no contrário: uma boa compra é aquela que pode ser usada milhões de vezes, modificada com complementos e acessório, e de material de boa qualidade, para aguentar bem a intensidade do uso.

Não vejo o menor sentido em comprar aquele vestido maravilhoso, de caimento impecável, pagar até um pouco mais caro por isso, se for para usar uma única vez e descartar! E não sei de onde vem esse papo de que repetir peças seria deselegante (uma mulher elegante é aquela que sabe aproveitar uma peça boa como ninguém).

E é aí que vem o meu repeteco, aquela mesma calça jeans do último post, agora em versão night: renovada por um bom cinto largo, um body (super tendências nesse inverso), o maxi colar e a clutch:

20140425-161213.jpg

20140425-161220.jpg

20140425-161556.jpg

E vamos repetir, sem dó, afinal, não há absolutamente nada de errado nisso!!!!

Lenço que não é só “enfeite”!

23 abr

Nessa época de troca de estação (que não acontece apenas no outono, mas também no início da primavera) é bem comum “pipocarem” dúvidas sobre como estar preparada para a instabilidade e incerteza da temperatura durante um mesmo dia.

Vai aí a minha colaboração, diquinha simples, que talvez pareça até um pouco óbvia, mas que pode ajudar….

Sabe aquele lenço lindo, estampado, cheio de charme que você comprou, por impulso, na sua última viagem, e que nunca lemba de usar, talvez porque não encontra frio o suficiente para ele?

Pois é, esse pode ser seu bom aliado nos dias de incerteza (em relação à temperatura).

Minha dica: nessa época de mudança de clima, tenha sempre um à tiracolo, é fácil de carregar (se não couber dentro, vale amarrá-lo na alça da bolsa, com um lacinho, e, “de quebra”, ainda fazer um charminho extra) e ele pode te salvar:

20140423-112518.jpg

20140423-112526.jpg

Olha aí, com a blusa de alcinha, o lenço segurou bem a mudança de temperatura de ontem! E o acessório é tão versátil que, se no pescoço não for o suficiente para aquecer, tem a opção de usá-lo pendurado nos ombros, estilo um xale.

Para sair da mesmice vale também inventar na amarração. Eu escolhi o laço lateral!

E aí, valeu a dica?

Relaxing time

22 abr

Taí o motivo da pausa do “Entre Rendas e Poás” nesses últimos dias: viajando com filhotes e marido, fiquei só de “pernas pro ar”, naquela preguiça até de postar.

Mas não deixei de fotografar, looks bem relax, mas não “largados”. Isso é bem importante frisar, porque tem muita mulher por aí que acha que relaxar é sinônimo de usar aquelas roupas mais oversized, gastas e nada sexy, aí não dá né mulherada!!!! Pensem nos maridos/namorados e, principalmente em vocês mesmas, que vão ter o ego abalado por esse “visú largado”!

20140422-074855.jpg

20140422-074904.jpg

Destaque para bolsa de plástico (tipo plástico da Melissinha) super versátil, que transita entre piscina/praia e jantares noturnos na maior facilidade!!!

Diquinhas simples pra quem quer economizar nas malas!

Direto do túnel do tempo: a bolsa saco

17 abr

Já não é de hoje que percebo a volta das tais bolsa saco, tal qual as cobiçadas Santa Marinella, da minha adolescência vivida nos anos 90 (quem é dessa época certamente vai lembrar-se):

20140417-080407.jpg

Começou com a febre das colombianas Wayuu Bags, que chegam a custar entre 400 e 1.000 reais e estão sempre esgotadas nos sites de e-commerce:

20140417-080809.jpg

Aí vieram os desfiles do último verão, e lá estava ela, em todas as cores e tamanhos:

20140417-081409.jpg

Foram para as ruas e confirmaram a tendência: sim, elas voltaram!!!

20140417-081610.jpg

20140417-081616.jpg

E foi então que, pelas minhas andanças pela 25 de março, encontrei a minha “sacolinha”:

20140417-081714.jpg

Minha cara, metalizada, com spikes, e super tudo a ver com o meu momento “quero bolsas pequenas” (cansei de carregar as maxi-bolsas e sofrer de dor nos ombros, agora meu foco são as pequenas e espaçosas, tal qual esse achado).

Complementou super bem meu look inverno, não acham?!

20140417-082004.jpg

Pra bater perna…

16 abr

Segunda-feira passada foi o dia de enfrentar a famosa 25 de março – comércio popular de SP, onde é possível encontrar também todos os tipos de tecidos e aviamentos, especialmente tecidos planos.

Missão que amo e odeio ao mesmo tempo! Amo pelos achados que lá encontro (ainda vou postar sobre eles aqui), mas tem que procurar muuuuuuito; e odeio pela “muvuca”, mau atendimento e falta de bons lugares para estacionar e para comer.

O que sei é que, mesmo sendo dia de ir ” para a galera”, não me sinto bem vestindo uma roupa “fuleira”. Acredito fortemente que a roupa mexa bastante com o nosso ego, e que, quando estamos mal vestidas, ficamos mais “deprê” e mais vulneráveis, concordam?!

Por isso o esforço para enfrentar a “missão” com um certo estilo: como o dia estava chuvoso, optei pela dupla bota+calça montaria. Essa bota é bem velhinha (própria pra “rodar” muito) mas muito confortável, ideal para “bater perna” pelo centro.

Na cabeça, um lenço para dar o toque “estilo Eliana de ser”, como costumam dizer as minhas irmãs. E, de verdade, se não fosse esse acessório acho que estaria básica demais para o meu estilo próprio!

20140416-133329.jpg

20140416-133341.jpg

20140416-133346.jpg

Flower power

15 abr

Minha “gente de estilo” dessa semana veio com um dia de atraso, mas olha ela aí:

20140415-091317.jpg

20140415-091326.jpg

Com aquele floral invernal (esse de fundo escuro, adiantei a tendência por aqui no post “Jardins de Inverno”), combinado à calça burgundy.

Ficou um luxo só!!! Chique e elegante, sem abrir mão do conforto…

Festivais que ditam tendências…

14 abr

Ruas, viagens, grandes centros comerciais, ou festivais musicais são, para mim, uma grande fonte de pesquisa de tendência, um “estimulador” de criatividade.

Quanto mais heterogêneo o ambiente, melhor! Gosto de ver de tudo, todos os estilos, tipos e misturas…

E foi nesse final de semana passado que aconteceu um dos maiores festivais de música do mundo: Coachella, na Califórnia (lembro de já ter comentado, anteriormente, sobre esse festival aqui no “Entre Rendas e Poás”).

Foi pesquisando os estilos, e estilosos, que passaram por lá, que me encantei com uma tal bolsinha estruturada, pequenina, de metal (com um “quê” meio indiano), que fez a cabeça e ocupou os ombros de alguns freqüentadores do festival:

20140414-193251.jpg

20140414-193354.jpg

Pode apostar: não demora muito para a tal clutch ser febre também por aqui, afinal, quem aí não se encantou?!

O tal burgandy…

13 abr

Hoje o look findi foi mais “no capricho”, só não abri mão do conforto da sapatilha.

Pois não dizem por aí que no frio a gente é mais elegante?! Aproveitei o dia cinza para estrear a minha calça de couro burgandy (loucamente apaixonada por ela!), “combinandinha” com a regata de detalhes também em couro no decote, e um bom bom colar preenchendo o colo:

20140413-132546.jpg

20140413-132600.jpg

20140413-132555.jpg

A bolsa de tricot de EVA (leve e grande, perfeita para o final de semana) deu uma “gracinha extra” ao look!